quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Resposta do Caso Clínico da Semana - by Fábio Soares

São várias as causas de fistulas coronárias adquiridas, descritas na literatura, secundárias à miectomia septal para tratamento cirúrgico de miocardiopatia hipertrófica, pós-traumatismo torácico, pós-biópsia miocárdica em pacientes transplantados, provocada pelo fio guia durante angioplastia coronária e após ampliação da via de saída do VD (ressecção de banda anômala, tetralogia de Fallot).



sábado, 24 de setembro de 2011

Caso Clínico da Semana- by Fábio Soares

Paciente feminina, 20 anos, portadora de grave deformidade torácica (cifoescoliose) submetida a correção de CIV perimembranosa e ampliação da via de saída do VD, devido a banda muscular anômala. Evoluiu assintomática no pós-operatório. Qual o diagnóstico?

 



Salvador - Cidade candidata a sede do Congresso DIC 2013

Resposta do Caso Clínico - by Fábio Soares

A paciente do caso clínico anterior, permaneceu anticoagulada (Heparinização plena) e foram colhidas 3 hemoculturas que não evidenciaram crescimento bacteriano. Repetido exame com 8 dias, mantendo a mesma imagem.

A imagem poderia sugerir um trombo, uma vegetação ou "restos" do aparato valvar mitral (cordas). Conversado com a equipe cirúrgica, sendo informado que o subvalvar da paciente era bastante comprometido e que havia a possibilidade de ter sido deixado algum para trás.

A estrutura bastante móvel, apesar de se projetar para a valva aórtica, não determinava gradiente sistólico significativo e não houve piora da insuficiência aórtica do préoperatório. Diante disso, optado por acompanhamento ambulatorial e ecocardiogramas mais freqüentes.

sábado, 17 de setembro de 2011

Aortic dissection and Marfan's have common genetic basis - by theheart.org

Houston, TX - US researchers have identified, for the first time, a number of genetic variants on chromosome 15 that increase the risk of sporadic thoracic aortic aneurysms and aortic dissections (STAAD) [1]. Of note, the variants are in the same region of the chromosome as a mutation that causes Marfan syndrome, a serious congenital disorder. Dr Scott A LeMaire (Baylor College of Medicine, Houston) and colleagues report their findings in a study published online September 11, 2011 in Nature Genetics.
Aortic dissection is a major cardiovascular complication of Marfan syndrome, and sufferers who have not undergone repair surgery have poor survival, with aortic complications being responsible for 80% of cardiac deaths, senior author Dr Dianna Milewicz (University of Texas Health Science Center, Houston) told heartwire. "The new work shows that what is going on in this subset of the general population is along the same lines as what happens in patients with Marfan syndrome," she noted.
In the US, 1% to 2% of deaths every year are due to sporadic aortic dissections, and an estimated 40% to 60% of patients who suffer this will die before they can reach the emergency room. Milewicz hopes that this new work will help home in on those with thoracic aortic aneurysms—a precursor to dissection—who are most at risk of this disastrous sequelae, so they can have a surgical repair sooner rather than later. And she envisages that some kind of risk-score screening for the general population could one day be developed, "because we could prevent many of these deaths."

Potential for treatment of STAAD with ARBs
In their genomewide-association study, LeMaire and colleagues compared 765 individuals with STAAD with 874 controls and identified common single nucleotide polymorphisms (SNPs) on chromosome 15 that were associated with STAAD, with significant odds ratios of 1.6 to 1.8.
They also discovered that some of these SNPs fall into a large region that also contains the gene FBN1, which encodes fibrillin-1. "Our major hit was on chromosome 15, right on top of FBN1, which, when it mutates, leads to Marfan syndrome," Milewicz observes.
 
"The work suggests a common pathogenesis of aortic disease in Marfan syndrome and sporadic thoracic aortic aneurysms and dissections," she and her colleagues say.
Milewicz notes, however, that although the newly discovered SNPs are found in quite a high percentage of the general population, "they increase the risk [of STAAD] only slightly," so they will need to be added in with other factors to generate a risk score.
There is also the promise of a therapeutic intervention in the future, she notes, because angiotensin receptor blockers (ARBs) are in multiple clinical trials in Marfan syndrome following successful experiments in a Marfan mouse model whereby the ARB losartan prevented aneurysms.
"It may be that those results could be rapidly translated into patients who have these aneurysms but don't have Marfan's to prevent the dissection," she comments.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Caso Clínico da Semana - by Fábio Soares

Paciente feminina, 58 anos, no 3o PO de troca valvar mitral devido a estenose mitral grave de etiologia reumática. Assintomática, afebril, anticoagulada (RNI 3,0).








domingo, 11 de setembro de 2011

Salvador - Candidata a sediar Congresso DIC 2013

Iniciados os trabalhos para trazer este evento para a Bahia. Esta semana começamos a enviar as malas diretas por e-mail e manteremos um Blog atualizado dedicado a campanha. Lembrando que o período de votação vai de 10 a 23 de outubro de 2011 e ocorrerá via internet. Após a eleição da cidades, ocorrerá a eleição do Presidente do Congresso, também via internet e tendo como candidatos qualquer sócio adimplente que queira lançar-se como ta;.

Visitem e participem do blog: http://congressodicsalvador2013.wordpress.com/

Abraço a todos.
Boa sorte para a Bahia! De todos os Santos e de Todas as Imagens...

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Resposta do Caso Clínico - Fenômeno de Cavitação


O fenômeno de cavitação é a rápida formação de microbolhas em meio líquido devido a uma redução local da pressão a níveis abaixo da pressão de vapor sendo bastante similar a ebulição. A 1 atmosfera, a água entra em ebulição a 100oC. Quando a pressão cai, o ponto de ebulição também cai. Assim, a cavitação é o processo no meio líquido onde o ponto de ebulição é alcançado não por aumento da temperatura, mas por diminuição da pressão.

Em uma prótese metálica, por um momento, quando os discos se aproximam, o sangue é "espremido" gerando uma zona de baixa pressão enrtre a superfície oclusora e a superfície de sustentação, favorecendo a ocorrência da cavitação.


Uma outra hipótese para queda da pressão e possibilitar a cavitação está no núcleo do vórtice. A pressão cai porque a velocidade aumenta para o centro do vórtice do fluxo transprotético.

Se os eventos envolvidos no fechamento da prótese valvar podem gerar zonas de baixa pressão suficientes para haver a cavitação, é provável que isso pode danificar a estrutura da prótese e as céluas sangüíneas circunvizinhas, aumentando o risco de eventos tromboembólicos

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Salvador agora é oficialmente candidata a sediar o Congresso DIC de 2013


Segue abaixo a carta encaminhada ao Dr. Angelo Castro Lima, pela presidência do DIC

São Paulo, 05 de setembro de 2011.

  Após visita ao Centro de Convenções realizado pela Comissão do Departamento de Imagem Cardiovascular no dia 03/09/11, temos a satisfação de informá-lo que a cidade de Salvador encontra-se apta para sediar o 3º Congresso de Departamento de Imagem Cardiovascular e o 25º Congresso Brasileiro de Ecocardiografia.

  Informamos ainda que a cidade de Recife preencheu todos os requisitos necessários, estando, portanto apta também para sediar o referido Evento.

 
  Assim sendo, conforme o nosso Regimento Interno haverá votação via portal da SBC para que todos os sócios do Departamento escolham uma entre as duas cidades postulantes, tal votação acontecerá no período de 10 - 23/10/11.

  Desde já desejamos-lhes sorte nesta empreitada e colocamos o DIC à sua disposição para o envio de correspondência eletrônica aos sócios.
Atenciosamente,

Dr. José Luiz Barros Pena                                                          Dr. Jorge Eduardo Assef

   Presidente do DIC                                                                   Presidente Futuro do DIC

Caso Clínico da Semana- by Fábio Soares

Paciente masculino, 18 anos, portador de valvopatia reumática (IAo + IM graves), sendo submetido a troca valvar aórtica por prótese mecânica e plastia mitral com anel rígido. Cursou assintomático até o 4o dia pós operatório quando apresentou AIT, com RNI na faixa terapêutica. Seguem as imagens do Ecocardiograma transtorácico. E aí??







quinta-feira, 1 de setembro de 2011